Design sem nome (6).png
Design sem nome (6).png
Design sem nome (6).png
Design sem nome (6).png
Design sem nome (6).png
Design sem nome (6).png
Design sem nome (6).png
Design sem nome (6).png
Design sem nome (6).png
Design sem nome (6).png

rodas de

conversa

dia 19/04, segunda, 19-20h30

MediaÇÃO:  Maíra Gamarra

convidadas:

Aldeide Delgado/Cuba, Cristina Alemparte/Chile, Mônica Maia/Brasil e Verónica Sanchis/Venezuela.

CONVIDADA

Aldeide Delgado

Aldeide Delgado é fundadora e diretora do Women Photographers International Archive*  (WOPHA). Trata-se de uma organização para pesquisar, promover, apoiar e educar sobre o papel da mulher e aquelas que se identificam como mulheres na fotografia. Ela é a autora do arquivo online Catálogo de Fotógrafas Cubanas e também do livro sob o mesmo título. Ela tem experiência em consultoria e apresentações em fóruns de história da arte dedicados à fotografia, incluindo palestras na Tate Modern, Pérez Art Museum Miami, CalArts e The New School.
*Arquivo Internacional de Fotógrafas

Cristina_Alemparte.jpeg

CONVIDADA

Cristina Alemparte

María Cristina Alemparte Versluys, chilena, estudou Direção de Fotografia em Cinema e Belas Artes/Universidade do Chile. Como fotógrafa, tem experiência no mercado editorial, publicações de livro e exposições individuais e coletivas.
Criadora da Galeria de Fotografía Le Click, integrante da equipe de criadores de “FotoAmerica”. Como gestora e curadora, organizou em 2015 a exposição Graciela Iturbide Fotografias, no Centro Cultural Gabriela Mistral. 
Participa regularmente de festivais na América do Sul, como curadora, expositora, conferencista ou leitora de portfólios, tais como Mira Foto, Perú - Festival de la Luz, Argentina. 

CONVIDADA

Mônica Maia

Mônica Maia 
é editora de fotografia, curadora e produtora cultural. Sócia da DOC Galeria, espaço expositivo com foco na fotografia documental, inaugurado em 2012. Foi fotógrafa dos jornais O Estado de S.Paulo e Jornal da Tarde [1987/1990] e Editoria de Fotografia da Agência Estado [1990/2007]. Coordenou a Fotografia do Núcleo de Revistas da Folha de S.Paulo [2008/2011]. Em 1999 foi a primeira brasileira a ser jurada do World Press Photo, desde então é membro do Joop Swart Masterclass. Foi curadora do 3º Encontro de Coletivos Fotográficos Íbero-Americano, que aconteceu na cidade de Santos, São Paulo [2014]. É jurada e curadora do Programa Nova Fotografia do MIS-SP [2019/2020]. Participa da Mostra SP de Fotografia desde 2011 como Produtora Executiva e Curadora. Foi gestora da Galeria Nikon [2014/2016]. Em 2015 lançou a “Foto Feira Cavalete”, projeto de venda de imagens e fomento da fotografia. Desde 2012 produziu ou fez a curadoria de mais 30 exposições, entre elas duas mostras vencedores do edital do Proac com um projeto dedicado a mulheres fotógrafas e outro no Centro Cultural São Paulo. Foi contemplada na Funarte São Paulo e Caixa Cultural do Rio de Janeiro e Salvador. É jurada de prêmios e convocatórias. Atua em leituras de portfólios e acompanhamento de projetos. Integra a diretoria da Rede de Produtores Culturais da Fotografia no Brasil. Em 2021 lança a plataforma Mulheres de Luz, a partir de uma convocatória pública.

Veronica_Sanchis.jpeg

CONVIDADA

 

Verónica Sanchis Bencomo

Verónica é uma fotógrafa apaixonada por ensaios de retrato e notícias. Ao lado da fotografia, a sua segunda paixão é entrevistar fotógrafos para diferentes publicações online e impressas. 
Em 2014, ela fundou Foto Féminas, uma ferramenta online para promover fotógrafas do Caribe e da América Latina. Além disso, ela fez a curadoria e produziu exposições na Argentina, China, Guatemala, México, Chile e Peru.
Verónica vive atualmente em Hong Kong e está disponível para trabalhos e colaborações na região e arredores. É vinculada à Associação de Jornalistas de Hong Kong (HKJA).

dia 21/04, Quarta-feira, 19-20h30

MeDiAÇÃO:  dEBORAH NÚÑEZ Y ERIKA TAMBKE

convidadas:

Camila Fialho/Fotoativa/Brasil
Gisela Volá/Argentina
Nana Moraes/Retrato Espaço Cultural /Brasil

Patrícia Veloso/Galeria Imagem Brasil/Brasil

CONVIDADA

Camila Fialho

Camila Fialho, Porto Alegre/RS, 1980. Radicada em Belém desde 2014, é artista, curadora e gestora cultural. Colaboradora da Associação Fotoativa, onde agora está à presidência, é membro do Núcleo de Pesquisa de Documentação vinculado ao acervo da entidade. Formada em Letras e Mestre em Literatura Francesa pela UFRGS, tem especialização em Práticas Curatoriais e Gestão Cultural pela Faculdade Santa Marcelina (São Paulo/SP). Suas pesquisas abarcam reflexões sobre deslocamento, território, modos de exploração, memória, tensões entre palavra e imagem, publicações independentes, práticas colaborativas e gestão em espaços híbridos independentes.

Retrato G-VOLA-CUADRADA (1).jpg

CONVIDADA

GISELA VOLÁ

Gisela Volá (1978) Fotógrafa, professora, curadora e produtora cultural. Integrante da Cooperativa Sub, Vist Project, Women Photograph, Foto Féminas. Nominadora 6x6 Global Talent Program del World Press Photo. 
• Estudos Estudou Cinema na UNLP (Universidad Nacional de La Plata) e no IDAC (Instituto de Arte Cinematográfico de Avellaneda), Mestre em Jornalismo Documental pela UNTREF (Universidad Tres de Febrero), em Buenos Aires. Fez mentoria com Adriana Lestido, Emir Kusturica, Márcos López y Joan Fontcuberta. 
• Docencia. Atualmente é docente no curso de Mestrado de Fotografía de EFTI (Centro Internacional de Fotografía y Cine) Madrid, España. 2019/2020. Tutora de MUFF, programa de fotografia do CDF (Centro de fotografía de Montevideo, Uruguai) 2020/2021, Tutora do Laboratório de pesquisa e criação visual na plataforma educativa Sub, Argentina, Programa de Mentoria Women Photograph 2020/2021 
. Premios. Primeiro prêmio do POYLATAM Picture of the year Latinoamérica (2019/ 2011/ 2012), Primeiro prêmio da Bienal de Arte de Cuenca, Equador 2009, Primeiro prêmio No es igual, no da igual, organizado por La Defensoría General de la Ciudad a través del Programa de Gênero da Secretaria Geral de Direitos Humanos (2013), entre outros. 
· Exposições. Women Photograph Workshop - América Latina, Quito, Ecuador (2019), FOLA, Fototeca Latinoamericana Buenos Aires, Argentina (2018). Centro de Fotografía de Montevideo, Uruguai (2018, 2011). C.C. Recoleta Buenos Aires, Argentina (2015), Centro Cultural Kirchner Buenos Aires, Argentina (2015), J. Paul Getty Museum, Los Angeles, EEUU (2015), Hydra, DF México (2017), Musée du Quai Branly Paris, França (2014), Galería ArtexArte. 

CONVIDADA

NANA MORAES

Nana Moraes, fotógrafa, nasceu em 1963 no Rio de Janeiro. 
Formada em jornalismo pela PUC de São Paulo. 
Diretora do Retrato Espaço Cultural. 
Coordenadora de cursos, oficinas e palestras do Espaço Educação Valda Nogueira no Retrato Espaço Cultural.
Coordenadora de Formação do FotoRio.
Colabora há mais de 30 anos para os mercados editorial, cultural e publicitário.
Foi seis vezes vencedora do Prêmio Abril de Jornalismo.
Premiada pela Associação Brasileira de Propaganda como “Destaque Profissional/Fotografia”, em 2007 e 2011. 
Participou de várias exposições coletivas, destacando-se, “A Imagem do Som da MPB” (2006) e “A Imagem do Som do Samba” (2008), no Paço Imperial, Rio de Janeiro; e “Eternal Feminine Plural”, na International Labor Organization, em Genebra (2011).
Publicou o livro "Andorinhas", Nau Editora, RJ, 2011. 
Em, 2017 expôs “Ausência”, no Centro Cultural Correios na programação oficial do FotoRio.
E na Casa de Cultura de Paraty no Festival Paraty em Foco.
Em 2018 expôs  "Ausência"  na Fundação Oswaldo Cruz.

Patricia Veloso 2020_Foto Gentil Barreir

CONVIDADA

 

Patrícia Veloso

Mestra em Administração de Empresas pela Universidade de Fortaleza (Unifor), é também mestra pelo Programa de Pós Graduação em Comunicação da Universidade Federal do Ceará. Atua no segmento artístico/cultural, desde 1985, como produtora cultural, curadora e editora. Fundou e administra as empresas Terra da Luz Editorial e Imagem Brasil - Galeria e Banco de Imagens. Foi diretora do Festival Encontros de Agosto, iniciativa que aconteceu em Fortaleza/CE de 2011 a 2017, tendo como principal objetivo promover a fotografia cearense e o intercâmbio com a produção contemporânea brasileira e internacional. Em 2018, dá continuidade a este programa com nova proposta, o Verbo Ver Festival de Fotografia, ampliando parcerias e intensificando ações de circulação e formação.
Em sua trajetória profissional, coordena e organiza publicações e exposições de fotógrafos cearenses em importantes centros culturais do país e no exterior. Participou de comissões de seleção e leituras de portfólio em festivais de fotografia nacionais e internacionais. Colaborou na fundação do Instituto de Fotografia do Ceará - IFoto e atualmente compõe a diretoria da Rede de Produtores Culturais da Fotografia no Brasil - RPCFB. Integra o conselho de curadores do Museu da Fotografia de Fortaleza e é também membro da Câmara Cearense do Livro - CCL e da Câmara Brasileira do Livro – CBL.

Foto: Gentil Barreira

dia 23/04, sexta-feira, 19-20h30

MeDiAÇÃO:  Joana Mazza

convidadas:

Carlos Acero Ruiz/Centro de la Imagen/Santo Domingo

Daniel Sosa/Centro de Fotografia de Montevidéu / Uruguai

Johan Trujillo Argüelles/Centro de la Imagen/México

Lisette Ríos Lozano/Fototeca/Cuba

CONVIDADo

Carlos Acero Ruiz

Artista visual dominicano, crítico de arte, professor universitário e curador. Licenciado Cum Laude da Facultad Nacional Pedro Henrique Ureña. Estudou Artes Plásticas nesta mesma instituição académica, bem como na Escola de Artes da Universidade APEC. É Mestre em Arte Contemporânea: Análise e Gestão pela Universidade de Barcelona, e tem especialização em Pedagogia Universitária pela Pontificia Universidad Católica Madre y Maestra. É Diretor do Centro de la Imagen de Santo Domingo desde 2011, assim como Diretor Artístico e curador do Festival Internacional de Fotografia e Vídeo PHOTOIMAGEN, desde 2007.

Membro do Conselho de Administração Internacional de Críticos de Arte (AICA), antigo Vice-Presidente da Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA) (2016-2019) (2011-2014), antigo Presidente da Associação Dominicana de Críticos de Arte (ADCA/AICA) (2012-2015). Membro do Conselho Internacional de Museus (ICOM) e do Comité Organizador da Bienal Nacional de Artes Visuais de Santo Domingo. Autor do livro "África Serena, 30 años después" de Clara Martinéz Thédy, editado pela Scriptum Editions. Co-autor do livro "Arte Contemporáneo Dominicano", editado em Espanha por Casa América e Turner, também co-autor de "Arte Dominicano Joven: márgenes, interacciones y nuevos territorios", editado pela Fundación AES. Vencedor do Prémio para Melhor Trabalho Curatorial da Associação Dominicana de Críticos de Arte (ADCA/AICA) nas suas edições de 2007, 2008, 2010, 2010, 2011, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016 e 2018.

Curador convidado da Bienal de Karachi, Paquistão, em 2017. Laureado da distinção Orgulho UNPHU (2016) concedida pela Universidad Nacional Pedro Henríquez Ureña. Prêmio de Excelência concedido pela Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA) no Congresso XLIX, Havana, Cuba, 2016. Prémio de Fotografia na XXI Bienal Nacional de Artes Visuais de 1999.

CONVIDADo

Daniel Sosa

Uruguaio nascido em 1971, o fotógrafo Daniel Sosa foi um dos criadores do  Centro de Fotografía de Montevideo, onde atua como diretor desde 2002. Instituição dedicada à promoção e difusão da fotografia do Uruguai e da América Latina. 

moderação

Joana Mazza

Pesquisadora, curadora, produtora cultural e fotógrafa. Atualmente é doutoranda no Programa de Pós-Graduação Estudos Contemporâneos das Artes (UFF-Brasil), colabora com o Grupo de Pesquisa: `Y´nterfluxes, coordenado pelo Professor Luiz Guilherme Vergara nesta mesma instituição, e, integra o Posthuman Latin-American Network. Mazza é mestra em Arte, Pensamento e Cultura Latino Americana pelo Instituto de Estudos Avançados (Universidade de Santiago do Chile). Formada em Pintura pela Escola de Belas Artes (UFRJ) e pós-graduada em Fotografia como Instrumento de Pesquisa nas Ciências Sociais (Universidade Candido Mendes). Entre suas principais atividades destacam-se a coordenação de exposições do FotoRio (edições de 2003 a 2009), a coordenação do Programa Imagens do Povo (2010 a 2103) compreendendo também a Escola de Fotógrafos Populares de 2012 (Observatório de Favelas), e por fim, assistente de curadoria e direção no MAC de Niterói (2013 a 2015).

retrato redes.jpeg

CONVIDADa
 
Johan Trujillo Argüelles

Estrategista cultural. Elabora conteúdos, projetos e pessoas. Às vezes escreve, às vezes fotografa. Desenvolveu projetos curatoriais e de pesquisa sobre fotografia, programas educativos sobre visual e gestão cultural. O eixo de suas reflexões sobre a imagem é o fotógrafo cego. Atualmente está a cargo da Direção do Centro de la Imagen (México), onde coordenou o programa educativo de 2012 a 2017.
 
Centro de la Imagen (México)
Espaço dedicado a difundir, preservar e promover a reflexão sobre a fotografia e a imagem entre diversos públicos, através de exposições, um programa de cursos, publicações e a formação de um acervo fotográfico, bibliográfico e documental. Entre os programas mais relevantes para a comunidade fotográfica no México, destacam-se: a Bienal de Fotografia, o Festival Internacional de Fotografia FotoMéxico, o Seminário de Produção Fotográfica, a revista monográfica Luna Córnea e a Plataforma de Imágenes Contemporáneas, o PICS. Em 27 anos de atividade, se consolidou como uma referência a nível nacional e internacional. 

Lisette Rios.jpg

CONVIDADA

 Lisette Ríos Lozano

Cidade de Havana, 9 de Julho de 1970. 
Licenciada em Psicologia pela Universidade de Havana. 
Trabalha na Fototeca de Cuba desde 1994. 
A partir desse momento até 2020 como Curadora e Responsável do Arquivo Fotográfico da instituição. 
Licenciada nesses anos como Técnica de Informação Científica e Biblioteconomia, comecei a organizar os arquivos da instituição. 
Desde 1994 tive a minha primeira abordagem à conservação de material fotográfico com os especialistas Nazareth Couri e Sandra Baruki no workshop que apresentaram no "Premio Ensayo Fotográfico de Casa de las Américas" neste ano. 
Nos anos seguintes continuei a minha formação em História da Fotografia e da sua Conservação, Preservação e Restauração de uma forma autodidata e participei em workshops, cursos e palestras por especialistas de renome na área, dos Estados Unidos, México e Brasil.   
Participei como jurada em eventos nacionais e como curadora de vários projetos dentro e fora da instituição. 
Estou atualmente a trabalhar como Diretora do centro.