FESTIVAL

OLHO.png

O primeiro festival de Fotografas Latinoamericanas (FFALA) é uma iniciativa que surge da urgência por criar espaços de encontro, diálogo, reflexão, formação e exposição que valorizem a produção das fotógrafas latinoamericanas. Nesta primeira edição trabalhamos sobre o eixo Fluxos da (in)visibilidade. Para o qual, convidamos fotógrafas, artistas visuais, curadoras, pesquisadoras, galeristas entre outras, para conversar sobre as experiencias relacionadas ao compromisso ético em valorizar estas produções. Reconhecemos também a importância dos coletivos fotográficos no processo de luta pela visibilidade das fotógrafas, portanto reservamos o dia de encerramento para promover um grande encontro internacional. O FFALA nasce buscando criar um espaço político de pensamento e interlocução, mas também de celebração, porque sabemos que quando mulheres se juntam, é muita potência, resistência e criatividade. 

Todas as atividades são online e gratuitas transmitidas pelo nosso canal no youtube. Algumas requerem inscrição.

 

18 de Abril das 19h às 20h30

Feminismo(s) na Arte Latinoamericana: intervenções entre o museu e a cidade

 

com Andrea Giunta

Design sem nome (6).png
Design sem nome (6).png
Design sem nome (6).png
Design sem nome (6).png
Design sem nome (6).png

RODAS de conversa

Design sem nome (6).png
Design sem nome (6).png
Design sem nome (6).png
Design sem nome (6).png
Design sem nome (6).png

19, 21 e 23 de Abril

19h às 20h30

Mais infos  clique aqui

Entrevistas

20 até 22 de Abril

Mais infos  clique aqui

 
Design sem nome (6).png
Design sem nome (6).png
Design sem nome (6).png

Encontro de Coletivos de fotógrafas Latinoamericanas

24 de Abril das 14h às 17h

oficinas

Design sem nome (13).png
Design sem nome (13).png

19 até 23 de Abril

10h até 12h e 14h até 16h

Mais infos  clique aqui

exposição

virtual

leitura de portfólios

22 e 23 de Abril das 14h às 18h

 

Mais infos  clique aqui

Os Mapas utilizados na identidade visual do I Festival de Fotógrafas Latinoamericanas, estão dispostos de forma não usual, no eixo leste/oeste.

 

Segundo a cultura dos Mapuche, povo originário de uma região compreendida entre o Chile e a Argentina, o centro de atenção não é o norte, mas o leste.

 

Com isso, ao adaptarmos a esta forma de pensar, o eixo de rotação deixa de ser transversal para ser perpendicular. O ponto de referência deixa de ser uma região específica e passa a ser o movimento da terra em si, que gira no sentido de leste a oeste.

mapa.png
mapa.png
OLHO.png

QUER SABER quem somos?

QUER SABER quem somos?

 
  • Instagram - White Circle

@1ffala

PROGRAMAÇÃO

programação.png
 

QUER SABER DAS NOVIDADES EM PRIMEIRA MÃO?

Obrigado pelo envio!

FALE COM A GENTE :)

DÚVIDAS

DÚVIDAS

FALE COM A GENTE :)

 

FICHA TÉCNICA

Diretora e Coordenadora Geral   Deborah Núñez

Curadora  Joana Mazza

Conteudista web  Marcel Alcântara

Designer Identidade Visual  Carolina Borges

Assistente de curadoria  Daniela Moreira

Assistente de curadoria  Manu Ribeiro

Assistente de curadoria  Joyce Balbina

Assistente de Produção      Maria Carolina Castro

Tráfego Web  Priscilla Saldanha e Thiago Silva

Operação Leituras de Portfólios  Clara Molina e Daniel Mira

Técnico de lives  BETO SKEFF

Coordenadora  de produção  Erika Tambke

Curadora  Maíra Gamarra

Web Designer  Carine Caz

Designer Catálogo  Cristina Cavallo
Assistente de direção e coordenação geral  Ariane Oliveira
Assistente de curadoria  Fernanda Consendey
Designer Redes Sociais  Alice Ferraro

Assistente de Divulgação       Ju Fontes
Tradutora Marcela Farfán Recchia
Editor de vídeo  Arthur Moura